fbpx
“Eu não vou dar conta”, “eu sou um fracassado”, “eu não nasci para dar certo”, “eu não consigo emagrecer”… Essas são alguns dos “pensamentos” que, muitas vezes, vêm na nossa mente e que tomam conta de nós. O grande desafio é saber se é o seu cérebro que te comanda ou você que comanda ele? Quando algo foge do nosso controle, muitas pessoas não sabem como lidar e surgem esses pensamentos tóxicos.  Mas como reprogramar a sua mente para que você consiga lidar melhor com as divergências? Você precisa reprogramar a sua mente para solucionar o problema e não se entregar.  Não adianta você querer ter resultados diferentes fazendo tudo sempre igual, seja no trabalho, na vida pessoal ou financeira. Mudar a maneira de pensar, automaticamente, vai mudar à sua maneira de agir para colher frutos positivos e viver de uma forma diferente. A sua mente controla quem você é! As circunstâncias da sua vida são controladas por você. Sim, é você que tem a decisão de mudar a sua maneira de pensar e, consequentemente, mudar os seus atos e se tornar o que você quiser ser. Eu não estou dizendo que todos os dias serão perfeitos e felizes, de motivação e pensamentos positivos.  Todos nós temos dias ruins e tudo bem você não está motivado um dia ou outro, contanto que isso não se torne uma rotina e tome conta de você. Se o dia não foi bom hoje, mentalize que amanhã vai ser melhor. Rompa hoje o ciclo de reclamações e pensamentos negativos e comece agora um novo ciclo. Amanhã você precisa mudar os seus pensamento e atitudes para ter resultados diferentes. Assuma o controle da sua vida, pois só quem tem o poder de mudança é você!
Muitas vezes nós nos sentimos frustrados quando algo não sai da forma que imaginamos ou quando alguém não tem uma ação conforme a gente esperava. E a expectativa está totalmente ligada a frustração, pois quando criamos muita expectativa em algo ou alguém e aquilo não sai conforme gostaríamos, vem o sentimento de tristeza e frustração, acabamos depositando no outro uma expectativa de algo que ele não nos prometeu. E isso acontece muito em relacionamentos, pois você espera que o seu esposo te surpreenda no aniversário de casamento, por exemplo, e ele faz algo simples que não era exatamente o que você esperava. E acaba gerando um clima ruim por algo que você criou dentro de você e que o seu companheiro nem imaginava, e um dia que era pra ser alegre acaba sendo um dia triste e estressante. Mas qual o grande segredo para você não se frustrar? Não crie expectativa irreal sobre as pessoas! Toda vez que você cria expectativa sobre algo ou sobre alguém você quer ter o domínio daquela situação, e quando não sai como o seu planejamento, você se frustra e consequentemente se estressa. Se você quer mudar a sua qualidade de vida, tenha inteligência emocional e não crie expectativa excessiva, o mundo não gira em torno de mim, nem de você.  Tem coisas que fogem do nosso controle, e se toda vez que algo fugir do seu controle você se estressar, ficar triste ou de mau humor, isso não vai te levar a lugar algum. Ser surpreendido é muito mais satisfatório do que criar uma expectativa de algo que não está no seu controle.
Se tornar íntimo de nós mesmas é algo que parece complicado, né? Mas é extremamente importante essa conexão. Quando temos o autoconhecimento tudo se clareia, e podemos viver de maneira mais leve, sem a necessidade de agradar os outros e, muitas vezes, nos desagradar.  A maioria das mulheres hoje não sabem o que de fato as motiva, o que faz brilhar os olhos. Quando nos conhecemos, dizemos não com mais facilidade e sem culpa. Aceitamos melhor as nossas imperfeições e nos aproximamos mais do nosso propósito de vida. Mas é preciso coragem para olhar para dentro e encontrar belezas que nem sequer conhecíamos ou lembrávamos que existiam. Coragem também de correr o risco de bater de frente com os nossos medos e inseguranças, que tanto relutamos em aceitar. Hoje, a maioria das pessoas não se conhecem como deveriam porque estão sempre preocupadas com o outro: seja o marido, os filhos, o trabalho, enfim… Seja protagonista da sua vida! Tire um tempo para olhar para si, nem que seja 5 minutos para fazer uma meditação, fazer algo que você gosta muito. Há quanto tempo você não tira um tempo pra você? Hidratar os cabelos, fazer as unhas, tomar um banho relaxante e demorado, são exemplos simples de coisas que você pode fazer por você, sem sair de casa. Se olhe! Precisamos de momentos como esses para saber, de fato, o que se passa em nossa mente. Saber dos nossos desejos, anseios, o que mais gostamos, qual o prato favorito… Sabia que às vezes você gosta do prato favorito do seu marido que passou a ser seu!? Eu quero te desafiar hoje a olhar para si. Coloque essas perguntas que fiz num papel ou no bloco de notas e responda cada uma delas, e tire algum tempo da sua semana para fazer algo por você, algo
“Quem eu sou? Qual a minha identidade e o meu propósito?”. Essas são perguntas que muitas pessoas se questionam diariamente e acabam ficando em crise existencial, sem saber quem elas são e para quê elas vieram a esse mundo. Quando sabemos quem somos, ninguém tem o poder de dizer o contrário. Grande parte dos problemas que vemos hoje em dia, principalmente nos relacionamentos, é que as pessoas perdem a sua identidade para se adequar no padrão do outro. Elas fazem de tudo para serem aceitas em ambientes e rodas de amigos que não tem nada a ver, vivem em relacionamentos abusivos porque sempre estão tentando se encaixar na realidade de uma outra pessoa.   Pessoas sem identidade são mais suscetíveis e influenciáveis por outras, não tem uma personalidade própria e aceita tudo que o outro propõe a ela. É a “Maria vai com as outras”. Eu não estou dizendo que você precisa discordar de tudo e todos, não é isso! Mas você precisa realmente se conhecer para saber colocar a sua opinião quando necessário. Se olhando, se avaliando, se ouvindo e pensando em realmente no que você gosta e quais são seus valores e princípios.  “Mas Lia, eu não sei como fazer isso?” Eu vou colocar aqui pontos essenciais para você realmente se conhecer. Então pega um papel e uma caneta e anote tudo. Em seguida, faça uma autoavaliação do que conversamos aqui e depois me conta como foi a experiência, combinado? Vamos lá:  – Aceite suas imperfeições -Aceite os seus erros, aceite os seus defeitos e pare de se cobrar tanto. É preciso fazer as pazes consigo mesma e não se exigir tanto de você. – Assuma o controle da sua vida -Saia do piloto automático e dirija a sua vida, pare, pense e tenha foco para onde você